Tratando a depressão com hipnose

Tratando a depressão com hipnose
4.8 (95.07%) 361 vote[s]

– Meu nome é Ana, tenho 21 anos e trabalho com eventos Então minha vida toda foi sempre muito sem rotina

E eu fiz terapia por muito tempo, desde os meus 14 anos É muito difícil saber qual que era o meu problema e tratar isso na terapia, porque eu não sabia de onde vinha essa inquietação Isso começou a evoluir de uma certa forma, que começou a me atrapalhar no meu dia a dia, eu não conseguia fazer as coisas que eu queria, muito menos as coisas que eu precisava fazer

– A depressão ou a TDM, o transtorno depressivo maior, ela é um transtorno de humor Os sintomas da depressão, segundo do DSM-5, precisa contemplar pelo menos 5 características dessas que eu vou elencar Um humor deprimido, a maior parte do dia, ou quase todos os dias A ausência de prazer e vontade de fazer suas atividades diárias Fadiga ou baixa energia

Insônia ou excesso de sono Ganha de peso ou perda de peso acentuada Culpa excessiva ou baixa auto-estima A pessoa ter prejuízos cognitivos de pensar e memorizar E pode se dizer que alguns pacientes tem também pensamentos de morte

Sendo que pode ser leve, moderada ou grava, que é quando chega a afetar drasticamente o seu comportamento social – Esse caso foi da minha cliente, que ela tinha algo além da depressão, além de depressão, essa depressão gerou um a síndrome do pânico também, ela tinha crises muito fortes, há muito anos – As crises começaram aos meus 17 pra 18 anos, numa No cursinho, eu ainda não tinha me matriculado, então eu ainda eu não sabia que curso e eu querer no vestibular E isso era uma preocupação muito grande na minha vida na época, ainda mais em um cursinho que era imenso E aí eu comecei a ter as crises lá, eu não conseguia ficar dentro da sala A minha mãe achava que isso era um motivo para não estudar Ela falava: "Oh, conversa com a sua psicóloga, porque acho que você não está querendo estudar, você está com dificuldade de escolher o

Curso que você vai prestar, então você está querendo fugir das suas obrigações" Eu tinha isso em todos os lugares, inclusive em festas, que eu estava lá pra me divertir, eu não estava lá porque eu precisava estar

Eu já tinha isso há tanto tempo que eu comecei a achar que isso já era meu Ah, tá bom As pessoas me convidavam para os lugares, e eu falava: "Nesse eu não vou, nesse eu não posso

" – Medicamentos são indicados quando a causa é orgânica, ou quando o paciente já está em quadro avançado de depressão ou por muito tempo, quando é assim o paciente precisa do medicamento para conseguir até querer fazer uma terapia Nesses casos é indicado, se a depressão for leve, em muitos casos não é indicado,somente uma psicoterapia é de grande valia para o tratamento – Meu histórico de tentativa de me tratar é imenso né Eu tomei remédio aos 18 anos, tomei ansiolítico e

Com base anti-depressiva – Depois de excluída a causa orgânica, biológica ou genética e depois de feito um psicodiagnóstico preciso por um psicólogo ou por um psiquiatra, a linha terapêutica a ser utilizada para a depressão, varia com a preferencia do cliente – A hipnose pode ajudar as pessoas que tem depressão de uma forma, eu diria, definitiva

– O tratamento da depressão com hipnose, ele é muito satisfatório e muito eficaz – Na hipnose, a gente não trabalha a depressão ou síndrome do pânico Na hipnose a gente trabalha a causa, o que me interessa é resolver aquilo que causou o problema, não me interessa qual é o problema, no fundo o problema é apenas a consequência de uma causa, de algo que começou, por isso é que o processo é por regressão – Diferentemente de outras terapias, nenhuma psicoterapia tem tanto foco e contundência direta, como a hipnose ou a hipnoterapia para mexer no subconsciente – Eu queria me curar, né? Então depois de ter tomado o remédio e visto que: Tá ele funciona, ele tira os sintomas, mas e aí? Eu não vou descobrir a razão? Eu não vou tratar, talvez com um terapeuta, a raiz do meu problema? – Ela resolveu procurar o tratamento da hipnoterapia, porque ela não aguentava mais ter isso, ela passou por psicólogas, passou por psiquiatras, ela não queria mais tomar remédio, os remédios não faziam bem pra ela

– Eu tinha uma noção completamente distorcida do que era hipnose Quando o Fernando me disse, no primeiro contato com a hipnose, que era eu que ia me hipnotizar, e não ele, né? Ele só guiaria, eu pensei: "Nossa mas esses anos todos eu vim fazendo terapia, e quem vai me curar vai ser eu mesma? Assim? – O processo que a gente faz, a gente chama de regressão to cause", que é uma regressão à causa do problema A gente parte do pressuposto que a pessoa não nasceu com esse problema, ele começou em algum momento, então tem uma causa e mesmo que a pessoa não se lembre desse momento, desse evento na vida, e eu acho que na maioria das vezes a pessoa não se lembra, porque ela não conhece a causa do problema, a gente pode voltar a qualquer momento, porque a mente subconsciente, ela registra absolutamente tudo que nós vivemos Como ela registra tudo, nós podemos, via hipnose, voltar a qualquer ponto e em específico, ao ponto que o problema começou

Então nós voltamos ao evento e damos uma nova interpretação a esse evento – Quando eu cheguei lá, o Fernando me sentou em uma mesa e me explicou exatamente como seria E aí sentei numa poltrona, nessa poltrona ele me fez entrar em relaxamento muito profundo, muito – Eu a hipnotizei, trouxe essa emoção da depressão, do pânico na verdade, então a pessoa tem uma pequena crise naquele momento E aí em hipnose, eu peço pra ela voltar ao primeiro momento onde ela conheceu, quando ela aprendeu aquela emoção

Foi isso que nós fizemos, e ela volta na infância, se não me engano aos 4 anos, onde ela estava assistindo a um documentário com o pai dela, de Sobre insetos, aqueles documentários que tem na TV, sobre o mundo dos insetos Ela criança, achou aquilo muito nojento, e começou a ter medo de insetos

– Eu percebi que isso era muito mais forte do que eu pensava, eu com 21 anos, tenho uma noção de que aquilo não é ameaça, mas uma criança, não me lembro quantos anos eu tinha, 1 ou 2, não tem essa noção Então conforme o tempo foi passando, esse meu medo de inseto, na verdade era uma, era uma Medo da perda de controle, de eu não saber onde ele está, e todos os lugares, onde eu não tinha controle sobre, ou seja, 99%, me dava esse sentimento de fuga

– E aquilo começou a gerar uma programação, começou a gerar um problema, e outros eventos posteriores foram reforçando aquela emoção, até que quando ela já jovem, quase adulta, veio a primeira crise de pânico e dela veio a depressão, porque era tanta repetição daquela emoção que a tampa da panela estourou – Eu consegui voltar e fazer uma releitura desse momento de medo É engraçado falar, porque só quem é hipnotizado sabe o que eu to falando, você tem consciência de absolutamente tudo quando eu saí da regressão, é muita emoção que você sente, você sai meio Primeiro que você sai de um relaxamento muito profundo, então você sai com frio, você sai meio abalado assim, né? Principalmente porque você descobre coisas que você não lembrava – Ela percebeu que fez efeito, já no primeiro momento, pós sessão, quando ela abriu os olhos Porque a pessoa já se sente diferente, a pessoa já sente que resolveu, ela sente que aquela programação não não Não existe mais

É como se ela se levasse de uma bola de ferro que ela estava carregando a vida toda, então ela já percebe na hora É claro ela ainda não tem a comprovação, a comprovação vai vir nos dias seguintes à sessão, que ela vai perceber que aquilo que dava as crises, e aquela tristeza que havia antes, não existe mais Mas ela já percebe diferença no primeiro momento em que ela abre os olhos após a sessão – Eu fui embora dali Como eu tenho muito isso em metrô, eu fui embora de metrô, eu já fiquei com medo de ter Porque aquilo já estava completamente na minha rotina, né? No meu dia a dia Eu fiquei com muito medo de ter, e aí já vinha aquele frio na barriga de: "Ai meu Deus, será que estou segura?" E isso me acompanhou durante 2, 3 semanas depois e aí continuava tendo esse medo

Até que eu vi que esse medo era à toa, quando você tem muito medo de uma coisa e essa coisa não acontece então Você para de ter E aí hoje eu não tenho mais

– E em uma sessão ela eliminou para sempre, ela nunca mais teve nenhum caso, esperamos que seja pra sempre esse Tanto a depressão, quanto as crises de pânico – Em uma sessão! Parece assim

As pessoas não acreditam quando eu falo que em uma sessão Descobrir o seu problema e tirá-lo pela raiz Não tem preço, assim né? É Depois disso, eu fui convocada, digamos assim, pra dar aula pra uma turma E era a primeira vez que eu dava aula Eu falei: "Nossa Eu vou ter crise dentro da sala de aula com certeza" E não tive a crise, aí eu falei: "Nossa Talvez essa seja essa seja

O certificado de cura, "Oh você está de fato curada"