Satty: Desculpas Sinceras? (Linguagem Corporal – SCAN)

Satty: Desculpas Sinceras? (Linguagem Corporal – SCAN)
4.8 (95.71%) 70 vote[s]

"Todo mundo erra, eu também, você" Recentemente a youtuber Satty se envolveu em uma situação polêmica, envolvendo a condição de plágio Após ter sido acusada de plagiar um canal americano, no formato e no conteúdo de vídeo e negar o plágio, o youtuber Mother's Basement provou metodicamente que foi plagiado por ela, e como resposta Satty bloqueou o conteúdo de seu canal e de suas outras redes sociais por três meses Ao retornar com seu canal alguns dias atrás, ela postou um pedido de desculpas sobre todo o caso Será que as desculpas foram sinceras? O que sua linguagem corporal nos mostra? "Esse vídeo vai ser curto, eu não pretendo ficar me delongando, nem perder tempo de vocês com nada disso tá? Basicamente" Músculo bucinador contraído de maneira unilateral: Desprezo Aqui vemos elevação e tensão dos ombros, o famoso 'Turtle effect' juntamente com tensão nos membros, dois indicadores de alta ansiedade nesse tema, e em cinésia, poderíamos adotar a posição de Satty como uma posição de proteção Temos ainda sua movimentação constante na cadeira "eu quero dizer, que eu quero pedir desculpas, eu falei isso no meu instagram

" indicando a presença de hormônios como a adrenalina, noradrenalina, em sua corrente sanguínea e esses sinais juntamente com: contração do músculos risórios durante a verbalização de suas palavras, sobrancelhas elevadas e aumento na abertura dos olhos: Medo Nos indicam que ela teme sobre a repercussão de suas próximas palavras, que é um comportamento padrão nesse tipo de situação "eu quero dizer que " Aqui temos um agregador verbal nas palavras que ela utiliza antes do pedido, na maneira alongada que ela pronuncia a palavra "que" Agregadores têm função de ganhar tempo enquanto se pensa na melhor resposta para dizer temos também uma pausa, entre o começo da frase e o final indicando acesso de manipulação racional neste momento, e a alta carga de toques pacificadores com as mãos, indicando seu alto nível de estresse emocional "eu quero pedir desculpas" Aqui temos o estreitamento das pálpebras e tensão na região glabelar além da região interna da sobrancelha abaixar um pouco, isso é uma microexpressão de raiva "Eu falei isso no meu instagram já" Aqui além de olhos fechados por tempo superior à uma piscada, temos tensão nas pálpebras isso é um sinal de não visualização "quero dizer que, eu quero pedir desculpas, eu falei isso no meu instagram já, mas eu" Reparem na mensagem verbalizada: Aqui além de termos um afastamento verbal, pois ela diz que 'quer pedir desculpas', ao invés de 'me desculpem' É interessante observar quantas palavras ela coloca, antes de finalmente dizer desculpas

"eu quero dizer, que eu quero pedir desculpas" Outro ponto interessante é a latência que ela apresenta antes e após o pedido de desculpas reparem que ela demora para pedir desculpas, tendo uma freqüência verbal lenta e pausada "Antes de qualquer outra coisa, antes de falar um "A" eu quero dizer que, eu quero pedir desculpas" E quando pronuncia seu pedido, o faz de maneira muito rápida, já troca o assunto para outra pauta e nessa nova pauta seu tempo desacelera novamente "eu quero pedir desculpas, eu falei isso no meu instagram já, mas eu quero falar isso aqui abertamente" Esse conjunto de sinais verbais e corporais, indicam um certo incômodo em efetuar esse pedido de desculpas "quero pedir desculpa pra todo mundo que eu desapontei" Lábios pressionados e levemente esticados de maneira unilateral pelo AUR14: Desprezo Novamente contração unilateral no canto dos lábios: desprezo "todo mundo que eu desapontei" Novamente o sinal de não visualização do que está sendo falado "ficou bravo comigo, é" contração unilateral no canto dos lábios: desprezo, de novo "que tá com raiva de mim

" Aqui temos não visualização, juntamente com AUR14: desprezo, e por fim, negação com a cabeça Porém há algo bem interessante no início e no meio dessa declaração, você observou as mãos dela? Não pararam de se mexer correto? Sim! Isso é efeito da ansiedade aumentando, são os seus gestos pacificadores porém você reparou nesse típico gesto emblemático, elevando o dedo do meio? Como Ekman explica em "Telling Lies", gesto emblemático tem a função de transmitir uma emoção geralmente ocorre abaixo da linha de visão, sendo apresentado de maneira variada, e não como quando é feito de maneira consciente Foi assim que ocorreu com Carol Moreira, quando se sentiu incomodado com a brincadeira de Jason Mamoa e ao pressionar o microfone, deixou escapar o gesto emblemático e como fez Satty nesse vídeo "Eu espero que vocês gostem daqui pra frente" AUR14: Desprezo Seguido de não visualização "daqui pra frente

" Falta de sincronia entre a direção do gesto e direção do olhar Não visualização, juntamente com tensão na musculatura orbicular dos olhos e na região glabelar pelo AU4: isso é raiva "me deram uma uma segunda chance" Lábios afuniladas porém, levemente esticados no canto esquerdo: Desprezo Por fim temos outro sinal de não visualização No geral temos muitas expressões de desprezo e raiva, e sinais incongruentes ao verbalizar os pedidos de desculpas indicando tensão emocional em se desculpar pelos seus atos, há também o conteúdo verbal de sua mensagem "eu espero que 'vocês' encontrem no coração de 'vocês' um local pra 'vocês' me perdoarem "todo mundo erra, eu também, 'vocês' também, seus pais também" Frases como "ele errou" "eu também errei" "ela também" "todo mundo erra", utilizada como justificativa são uma estratégia verbal chamada de terceirização da culpa e como Ekman mostra o "Why Kids Lie" é uma das primeiras estratégias aprendidas por crianças para evitar punição *Mãe: Como que foi parar aí? O gasparzinho que botou aí?* *Criança responde* Foi! *Mãe: Ah então foi o gasparzinho agora que desaparece com minhas coisas?* *Criança: É *Mãe: Então é

Muito obrigado por você assistiu o vídeo até aqui Se você quiser fazer pedido de alguma análise, escreve aqui nos comentários Se você quiser acompanhar o que eu leio e estudo, me segue no instagram Se quiser praticar exercícios diários de linguagem corporal, curta nossa página no facebook Meu nome é Vitor Santos e esse foi mais um vídeo do canal Metaforando Um abraço e até a próxima