COMO DESCOBRI que estava SENDO TRAÍDA com Metaforando | Vitor Santos

COMO DESCOBRI que estava SENDO TRAÍDA com Metaforando | Vitor Santos
4.7 (94.89%) 846 vote[s]

Tá vamos lá, você falou separação Traição: raiva, desprezo, nojo, felicidade; se decide – Ah, acho que pode incluir as três, as quatro

– Felicidade também? Meu casamento terminou por causa de traição, como eu descobri essa traição: eu recebi um e-mail Esse é o Vitor do canal Metaforando, um canal em que eu tive que implorar pra participar de um vídeo – Que mentira – Mas funcionou, o cara saiu de 1200 km, e chegou até Uberlândia Foram 9 horas de viagem, andei mais que o Gandalf Bom, eu quero convidar a vossa senhoria, primeiro eu quero explicar que esse tipo de jogo é um jogo estritamente científico tá? Então peço que não se doam, porque é ciência e você viu que eu to fazendo muito gesto aqui, enfim, – Manipulador – Abram o coração de vocês, por favor, vamos morar aí dentro Ele é um cara que analisa microexpressões faciais, e diz ele, que consegue dizer se eu estiver infeliz, desprezando, com nojo, ódio, tristeza e coisas parecidas – Dor de barriga – Isso você sabe por outros motivos Basicamente eu sou especialista em linguagem corporal e analista de microexpressões faciais Então é isso, esse aqui é um tipo de gesto que se chama interligar os pontos, – Convencer vocês – Isso é um postura inglesa, sabia? Juntamente com a perna cruzada Que é outra postura inglesa, que está associada à abertura, então tô aberto, fale seus problemas que eu vou resolver tudo Bom então, topa jogar o jogo das emoções? – Ah ja tô aqui né, agora não tenho muita escolha mais – Vamos lá! O jogo das emoções é basicamente assim: eu vou falar uma palavra aleatória, você vai buscar na sua cabecinha uma memória ou opinião que seja fortemente emocional pra você, associada a qualquer emoção raiva, tristeza, medo, desprezo, felicidade, qualquer emoção do espectro positivo ou negativo Eu vou analisar seu rosto, se eu acertar qual é a emoção, você justifica aqui pra gente Tem prenda? Se você não acertar, você vai tipo, sei lá, dançar o "tchan"? *Não* Ai tô nervosa, sabe aquela menina do "ai, to nervosa" *Nossa cara to nervosa* Vou falar uma palavra aqui: casamento Pode pensar em qualquer coisa, pode ser uma situação que não aconteceu com você que você tenha uma forte opinião sobre ela, pode ser uma memória sua *grilos: cri cri cri* – É eu to pensando umas coisa, não ta dando nada não? – Eu só vejo felicidade verdadeira agora tá? – Então é porque é muito bom né, junte-se à nós – Ah é? – Muito bem, quer justificar? – Quero! Porque todo mundo vai pensar que eu pensei nesse casamento de agora, e eu tô no segundo casamento você sabia? Eu sou tipo a Gretchen, só que eu quero parar no dois

– Mas eu pensei na verdade, não foi em casamento, foi em separação – Ah é? Foi tipo, nos momentos que eu tive pra decidir sair do meu primeiro casamento – Foi felicidade verdadeira? – Que tá associada a felicidade Felicidade genuína Pra você vê né, que coisa, eu fui forçada à isso mas depois deu tudo certo, e agora tô feliz porque deu certo A felicidade verdadeira fica evidente no rosto dela, pois ela faz uma contração no zigomático maior, junto com o músculo 'orbicularis oculi', que é o orbicular dos olhos – Que doido, tá vendo? Que eu não guardo raiva – Primeiro você fez um processo mas a hora que você começou, a hora que você pensou em casamento você começou a lembrar primeiro, e decidi o que você ia escolher, porque você começou a fazer isso aqui: Isso é um sinal de pensamento cognitivo: procurando – Procurando dentro da cabeça Procurando "qual pedaço da palavra casamento, eu vou separar pra colocar aqui" Então vou seguir aqui, belê? Você falou separação, então: Traição – Nojo Desprezo – Pára, eu não tô conseguindo pensar, você não pára – Raiva, desprezo, nojo, felicidade, se decide – Ah pode incluir as três, as quatro não sei contar – Felicidade também? – Acho que pode -Justifique, por favor Então tá, meu casamento terminou por causa de traição, sexual no caso, porque traição na minha concepção pode ser de vários tipos Como que eu descobri essa traição? Eu recebi um email, de uma pessoa falando: procure saber quem é 'tal pessoa' "Nome e Sobrenome", era mais ou menos assim, "você conhece fulana? Se não, pergunta pro cara, quem é a fulana Aí eu perguntei pro cara quem era a fulana, e aí o cara não explicou, e aí eu blefei falando que eu já sabia quem era a fulana e aí assim foi, e aí eu descobri, e aí eu saí fora, então acho que a felicidade é ter saído fora Eu tava tentando assimilar isso em nível emocional, pela sua paraverbalidade, porque você perceberam que ela começa o vídeo bem pra cima, e a hora que ela foi falar desse tema ela teve uma queda na paraverbalidade dela? – Tá associado à tristeza – É muito pessoal Youtuber

Uma memória ou opinião associada à isso Fez nojo cara! Não faz isso, vamos lá – Não, mas eu não escolhi um youtuber – Tá, então escolhe Esse nojo aí tá relacionado à mim mesma, queria já deixar claro – Ah é, por quê? Ah, porque às vezes eu não sei, muitas vezes eu não sei, vou pensar em mim então – Ó "vou pensar em mim", cabeça elevada e desprezo, "sou foda pra caramba" – Quem vê até acha que eu sou essa pessoa segura né? – Desprezo – 'Banheira de Nutella', foi o que eu pensei agora, cê acredita? Escola Raiva – Raiva! – Teve uma situação que foi a seguinte Eu fui pra escola, a gente combinou de ir pra escola de Melissinha transparente e meia, cheguei lá, eles não deixaram a gente entrar, porque a gente não tava uniformizada porque tava de melissinha transparente e meia, e aí teve uma discussão, que foi a primeira vez que eu descobri que eu sou realmente uma pessoa difícil, porque eu fui discutir, o quê que é que a melissinha e a meia influenciavam na nossa inteligência ou na nossa capacidade cognitiva, com o vice-diretor isso foi na 8ª série, não sei quantos anos eu tinha, gente tem quando tá na 8ª série? Polícia Nossa, essa é a famosa expressão de "ué?" – É tipo, nada a ver o que que eu acho de polícia – Não precisa ser o que você acha, pode ser uma memória – Tá bom – Medo (Uma vez que você viu a polícia) – Mas sabe, posso fazer uma crítica? – Pode Mas medo, só pra te avisar Então mas posso fazer uma crítica, se você falar "traficante", eu vou expressar medo qualquer pessoa vai expressar medo, a não ser pessoas que compram coisas do traficante – E o próprio, que ta vendo, por favor fica na paz, irmão – E o próprio, exatamente Polícia é a mesma coisa, às vezes você vai expressar, se você teve uma experiência em que você sentiu medo, ah sei lá O que eu quero dizer é que é meio você entendeu? Eu falo a palavra e você pensa, e pensa no que você vai ter que falar pra talvez não se complicar, porque não tem uma que vai remeter – Também, ou então porque é uma coisa que já

– É um tema pesado São palavras que já tão interligadas, tipo são emoções que já tão ligadas com a palavra, é isso que eu quero dizer, às vezes – Não? Você acha que não, nunca? Então tá, vou te explicar o que eu pensei, pouco tempo depois que eu tirei carteira de motorista, eu peguei o Kadett da minha mãe, e tava indo pra algum lugar que eu não lembro qual que era e eu fui cercada por um carro de polícia e os caras desceram *risos* O quê? Tá fazendo muita raiva enquanto você ta falando, desculpa eu não queria falar, mas você ta tipo assim: me cercaram, tava indo em uma avenida de duas faixas e aí eles vieram com o carro e me fecharam assim, daí eu não podia passar mais, e eu achei que era porque eles achavam que eu tava sem carteira eles já desceram com a mão na arma e tudo mais pra me abordar o quê, eu não sei o que você ta lendo, mas eu acho certo, porque eles quem eu sou e eu sou realmente perigosa Eu concordo *rindo de nervoso* O caso era que eles, aí pediram o documento do carro, meu documento e tudo mais depois me explicaram que estavam atrás de um carro parecido, que tinha sido roubado Mas foi engraçado, porque assim você começou a verbalizar e você tava relatando, consequentemente, você ficou lembrando *e franzindo as sobrancelhas* Mas pegar o Kadet da minha mãe pode ser raiva, porque minha mãe custava a me emprestar essa porra desse Kadett entendeu? – Desprezo – Pois é, sou superior, eu poderia dar rum rolê de Kadett caralho -"Sou superior à um Kadett", a frase de 2018 – Porra mãe! Minha mãe custava a me emprestar esse carro, que raiva que me dava, muito puta eu tô – Calcinha *risos* Que viagem! Tá, vamos Medo nojo

calma Nojo, desprezo Eu acho que é isso, porque

Eu vou contar e você define, se é isso mesmo que tem que ser Meus cachorros tem uma paixão por calcinha suja, então às vezes tá lá no cesto a calcinha suja, e eles vão lá pegam a calcinha na boca e saem carregando no meio da casa e abandonam ela em algum lugar não sei o quê que é, acho que é o nome do cachorro, ele chama Charlie em homenagem ao Charlie Harper do "Two and a Half Men", então acho que veio essa coisa assim, baixou nele o espírito igual o Dexter que mata passarinho, que foi inspirado no personagem Dexter da série Dexter, que era um serial killer, cê acredita? Pai amado, você não pode ter um cachorro e colocar 'Dean' ou 'Sam', senão vai baixar um demônio aqui na sua casa Então eu vou falar o nome de alguns Youtubers aqui agora e aí a gente vai ver quais as suas emoções sobre eles – Gusta? – Eu gosto do Gusta – Ah felicidade genuína Luba? Ah não tenho muitas memórias com o Luba – Nojo não, brincadeira, brincadeira, felicidade genuína Eu gosto do Luba, eu to lembrando o dia que a gente encontrou aqui em Uberlândia, eu queria ter gravado com ele, mas ele tava de férias eu não quis icomodar Opinião agora vendo suas emoções, o que você acha, enquanto você vai falando você vai expressar suas emoções Sobre a como está a plataforma Youtube hoje, você acha que ta dividida se não está, em termos de criadores de conteúdo Eu acho que tem alguns pontuais, que sempre que vêem uma oportunidade de se dar bem dentro da plataforma conseguir mais views, metem o pau no Youtube – No Youtube em si você fala? – Na plataforma – Ah tá

Raiva – Eu tenho raiva, porque, dá raiva né? – Gente escrota, oportunista de merda – São seus coleguinhas de trabalho Não, mas eu falo pra eles, eu já, teve um época inclusive que tava eu, o Rafinha, Felipe Neto, o Luba fazendo vídeos falando sobre a mudança de algoritmo do Youtube, e eu cheguei a falar num vídeo O que a gente vê no discurso verdadeiro, quando a gente tem congruência, são gestos abrangentes então to falando: "essas pessoas, essas pessoas", o avanço do corpo, é sinal de concordância e a expressão de raiva, não sei se é uma surpresa pra muitos ou não, é a expressão mais associada a honestidade Porque a raiva tá associada à: "peraí, você acha que eu to mentindo, não, eu to falando a verdade, eu tô puto, pô, isso me irrita pra cacete" e tal – Sou muito honesta, eu sabia que eu ia ser muito fácil de ler – Muito Honesta Felipe Neto *climão* – Felicidade genuína *irônico* – Sério? Claro que não né! Ah eu acho, eu acho o Felipe Treta News Eu acho que o Felipe, ele é um mal companheiro de profissão eu acho assim que a gente não é ninguém pra julgar conteúdo, porque é cada um tem um público diferente, mas ele já fez muitas coisas que prejudicou todos nós, enquanto Youtubers e aí eu falo: Felipinho não precisava né migo? Mas o dia que você quiser conversar sobre isso, a gente conversa sobre isso também, não to querendo criar polêmica Bom então gente, acho que deu pra perceber o que o Vitor faz da vida dele né, Mas o mais interessante dessa história toda, é obviamente ser lida, também é muito interessante Mas nós fizemos um outro vídeo, que tem um papo muito massa, sobre como funciona isso tudo, pra que que serve, onde que é usado, filosofia também, porque a gente não sabe de tudo né Não dá pra saber as coisas, o DNA A gente ainda vai descobrir, e se você quer entender essa piada interna você vai ter que assistir o próximo vídeo, que entra no ar daqui uns dias, eu vou dar um espaço aí pra você sentir saudade do Vitor, enquanto isso vocês podem acessar o canal dele que tá aqui no card e vê as análises que ele fez, inclusive uma outra minha que tá lá Espero que você tenha gostado Vitor, volte sempre viu? Tem uma pizza te esperando, vai esfriar Maravilha, gestos congruentes, "eu gostei" e eu acho que a gente precisa estudar mais porque ainda não dá pra saber de tudo então acompanha os próximos vídeos se você quer saber mais Busquem conhecimento, já diria o ET Bilu